Osteoform

As dores relacionadas com a coluna vertebral representam um dos principais problemas de saúde pública a nível mundial. Desde os tempos antigos, uma grande variedade de profissionais tem utilizado a Terapia Manual (TM) como uma intervenção para tratar a dor nas costas e no pescoço. Entre esses profissionais, os osteopatas têm sido historicamente considerados especialistas no tratamento de problemas de coluna.

A literatura relata continuamente que as dores nas costas e no pescoço são a principal razão para consultar um osteopata, independentemente do país. De facto, as melhores provas que sustentam a eficácia da osteopatia e da TM foram obtidas avaliando o seu impacto em doentes com dores lombares ou cervicais. No entanto, os conhecimentos actuais sobre a neurociência, os mecanismos da dor e a dimensão psicossocial da lombalgia desafiaram a visão mecanicista tradicional da osteopatia, especialmente no que diz respeito aos pacientes com dor persistente. O modelo biomédico estrutural/postural original foi questionado há muito tempo, juntamente com as abordagens terapêuticas baseadas nos mesmos princípios. Tudo isto fomentou a necessidade de reconceptualizar qual o papel dos TM’s no tratamento de problemas relacionados com a coluna vertebral e também os mecanismos e situações clínicas que suportam a utilização de uma abordagem estrutural prática à dor nas costas e no pescoço.

Com base numa pesquisa bibliográfica abrangente, este curso de dois módulos apresentará aos alunos a informação mais actualizada relativamente às principais condições relacionadas com a coluna vertebral. O foco será colocado nas apresentações
clínicas e no diagnóstico diferencial, de modo a melhorar as nossas capacidades de raciocínio clínico. Para além disso, iremos rever algumas técnicas de hands-on estrutural a aplicar a essas patologias no contexto de uma perspetiva terapêutica multimodal.

– Atualizar os conhecimentos sobre as potenciais fontes e mecanismos da dor lombopélvica e cervicotorácica.

– Estabelecer as principais estratégias para o diagnóstico diferencial da dor lombar e cervical e aprofundar o processo de raciocínio clínico na abordagem destes doentes.

– Recordar os elementos de segurança, o exame ortopédico e neurológico e o papel da palpação e dos testes manuais.

– Aperfeiçoar e alargar o repertório técnico manual na área lombopélvica e cervicotorácica com especial ênfase na abordagem estrutural.

 

O curso será ministrado de forma dinâmica e interactiva, alternando breves apresentações teóricas com a prática prática relacionada. As evidências mais actualizadas serão Apresentadas e discutidas com os alunos e serão também fornecidos exemplos baseados em situações clínicas reais.

 

MÓDULO 1: Região Cervico-torácica

 

MÓDULO 2: Região lombopélvica

 

Introdução:

– Epidemiologia da dor lombar (LBP)

– A osteopatia e a dor lombar – Um breve olhar sobre as evidências

Dimensões da dor lombar:

– Modelo de gestão do fator dor e incapacidade (Tousignant-Laflamme et al. 2017)

Triagem diagnóstica e segurança

– Triagem diagnóstica – lições dos cuidados primários

– Sinais de alerta – Directrizes clínicas

Sistemas de classificação – Modelos de cuidados estratificados

– Ferramenta STarT Back, regras clínicas preditivas, terapia cognitivo-funcional

– Modelo de classificação baseado nos mecanismos da dor

– Dor lombar não específica – Pontos clínicos fundamentais

Fontes nociceptivas da dor lombar:

– Dor lombar discogénica: fisiopatologia, apresentação clínica, exame físico

– Dor lombar sacro-ilíaca: fisiopatologia, apresentação clínica, exame físico

– LBP facetogénica: Fisiopatologia, Apresentação clínica, Exame físico

– LBP miofascial: Fisiopatologia, Apresentação clínica, Exame físico

 

– SESSÃO PRÁTICA

Fontes neuropáticas de dor lombar:

– Dor radicular lombar compressiva e não compressiva: Critérios de diagnóstico,

anamnese, apresentação clínica. Exame físico (incluindo exame neurológico)

– Claudicação neurogénica: Estenose lombar central e lateral: Apresentação clínica,

Critérios de diagnóstico

– Critérios de diagnóstico: Espondilolistese: Apresentação clínica, Critérios de

diagnóstico

 

– SESSÃO PRÁTICA

Charneira toracolombar e síndroma(s) toracolombar(es):

– Princípios do equilíbrio sagital (Pierre Roussouly)

– Biomecânica e função da junção T/L

– Impacto potencial das perturbações posturais

– Elementos não vertebrais da junção T/L: Fáscia toracolombar, autonómica Síndrome toracolombar (R. Maigne): Apresentações clínicas, Critérios de diagnóstico, Exame físico

 

– SESSÃO PRÁTICA

Lombalgia nociplástica

– Dor persistente exemplificada pela DLC

– Apresentação clínica, sinais de alerta, estratégias de tratamento

– O papel dos MTs no tratamento da dor lombar persistente

 

– SESSÃO PRÁTICA e REVISÃO

 

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

O principal objetivo deste curso é treinar os alunos a realizar um bom processo de

raciocínio clínico para pacientes com dor lombopélvica/cervicotorácica e revisitar a nossa

abordagem estrutural sob um ponto de vista informado pela evidência.

No final do curso, o aluno será capaz de estabelecer um diagnóstico diferencial

adequado e informado com base em evidências das apresentações clínicas mais comuns

relacionadas com a coluna vertebral e navegar através de um raciocínio clínico completo

e eficaz. Além disso, o aluno dominará uma abordagem estrutural segura, diversificada e

eficaz

abordagem estrutural segura, diversificada e eficaz que combina técnicas articulares e de

alta velocidade.



O Dr. Gerard Alvarez é um clínico, professor e investigador no domínio da Osteopatia e da Medicina Manual. Sediado em Barcelona, trabalha com pacientes que sofrem de dores músculo-esqueléticas, com especial incidência nas perturbações da coluna
vertebral.


Seguindo uma abordagem abrangente baseada em provas, tem ensinado em várias

instituições osteopáticas e não osteopáticas, tanto a nível de licenciatura como de pós-graduação. Como investigador, o Dr. Alvarez tem grandes interesses em tópicos relacionados com a terapia manual e dedica-se especialmente a explorar estratégias metodológicas para melhorar a investigação em terapia manual. É membro ativo do Center for Osteopathic Medicine Collaboration (COME) e Diretor do Centro Nacional de Espanha (COME NACE-ES).

Datas

• 12,13,14 de Abril de 2024 (1o módulo)
• 24, 25, 26 de Maio de 2024 (2o módulo)

Duração
40 Horas

Local
• Porto – ITS Instituto Técnicas de Saúde do Porto (Rua Alexandre Herculano, 351)

Valor
480€ por módulo

GRUPO-ALVO
Osteopatas

DIAS
3 dias para cada módulo – 2 módulos
NÚMERO MÁXIMO DE PARTICIPANTES – 20

CERTIFICADO
Certificado de desenvolvimento profissional contínuo (CDPC) emitido pela Medi-Cine Online Learning Academy. O CDPC só será emitido após a conclusão de todos os módulos.

 

Inscrições

×

Olá!

Clica no contacto para deixar mensagem no WhatsApp

× Como posso ajudar?